Quem sou eu

Minha foto

Sou Educador Físico e atuo na cidade de Porto Alegre-RS como instrutor de Pilates e Treinamento Funcional no estúdio Corpo Consciente no bairro Bom Fim. Também realizo atendimento personalizado em academias e ao ar livre. Contatos: (51) 9681-4914  (51) 3095-1522 ou personalthiagopandolfo@gmail.com .

sábado, 27 de abril de 2013

ESTÚDIO CORPO CONSCIENTE PORTO ALEGRE-RS

Rua Felipe Camarão, 664/201


É com muita felicidade que venho divulgar a abertura do meu espaço em parceria com minha sócia Caroline Cabezudo Medeiros

   O Estúdio de Pilates Corpo Consciente está localizado na Rua Felipe Camarão, 664 - sala 201, em Porto Alegre-RS. Venha nos visitar e conhecer o nosso espaço. Entre em contato para agendar seu horário através do telefone (51) 3095-1522


Fique por dentro das novidades através do site e das redes sociais:
Site:
Facebook:
Twitter:

   O Estúdio de Pilates Corpo Consciente é equipado com duas unidades de cada aparelho de Pilates proporcionando assim um trabalho diferenciado. Objetivamos sempre a segurança e a atenção dada aos praticantes para que realizem os exercícios da melhor forma possível. São atendidos até dois alunos por instrutor. Trabalhamos com uma metodologia que permite que o instrutor mantenha a atenção integral em ambos os alunos. Assim, os exercícios são orientados e os alunos realizam ao mesmo tempo cada um no seu aparelho. São realizadas adaptações desafiadoras ou facilitadoras de acordo com a necessidade e capacidade de cada um. Tornando assim as sessões mais personalizadas e dinâmicas.




   Além do serviço de Pilates o Estúdio Corpo Consciente também oferece Acupuntura e outros serviços de condicionamento físico, como treinamento funcional e treinamento aeróbico.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Pilates educativo


Excelente vídeo, mostrando a forma educativa de aplicar os exercícios de solo do Pilates. "Do centro para periferias".
Vale a pena conferir e já ir acionando seu Power House, levando o umbigo na direção da coluna e crescendo o ápice de sua cabeça em direção ao teto, mesmo sentado em sua cadeira de frente para o seu computador.


Concentração, controle, precisão.

Alguns dos princípios do método Pilates.
Vamos juntos praticar! 

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Lazer e Qualidade de Vida

Lendo o excelente livro "Metodo Pilates de condicionamento do corpo", de Cecilia Panelli e Ademir de Marco, podemos refletir um pouco mais sobre o lazer, sobre a dita "preguiça" e os valores que elas trazem e carregam durante anos. O parágrafo que apresentarei abaixo descreve bem os novos conceitos e percepções que abrangem essa concepção, que preza pelo equilíbrio e pela vida harmônica entre as atividades do dia-a-dia: as físicas ( que também podem ser lúdicas), as intelectuais, o repouso, o lazer que engloba o lúdico e a alimentação entre outras maneiras naturais de lidar com nosso corpo.

Direito à preguiça:

Atualmente, há uma nova concepção dos valores do individuo e regressão dos valores totalitários da igreja, da família  da sociedade. "A ética do lazer é antes de tudo uma ética entre os novos direitos da pessoa e as novas obrigações sociais." (Dumazedier, 1975, p.37)
Esta ética significa enfatizar o equilíbrio entre as atividades - sejam elas quais forem -, evitar radicalismos, não basear no "trabalho a primeira necessidade do homem", nem (...) a  causa de toda a degenerescência intelectual, de toda a deformação orgânica", como Paul Lafargue descreveu em O Direito à Preguiça.

No Método Pilates de Condicionamento do corpo, em vez de realizar muitas repetições dos exercícios, a concentração na qualidade e precisão são os fatores mais importantes - a busca pelo equilíbrio e harmonia entre as partes do corpo menos e mais fortalecidas.



Tendo essas novas idéias como uma base de referência, podemos tomar consciência do nosso corpo e saber que os nossos hábitos ruins, como por exemplo as negligências que temos com o nosso corpo, a saber, as diversas formas de sedentarismo, vão refletir mais tarde em consequências muito piores. Portanto, lidar de uma forma mais natural com o corpo e colocá-lo em movimento, e principalmente pensar positivo, são ações, físicas e psicológicas, que podem mudar e tornar esse pensamento uma efetividade. Como consequência, tenho certeza que isso fará uma grande diferença em sua vida, colocando integralmente o seu corpo junto à sua mente, e, por conseguinte, integrando a sua vida. Nesse sentido, o lazer e as diversas atividades lúdicas dão ao corpo a qualidade de personagem principal do nosso tempo, motivo pelo qual, para desfrutarmos uma melhor qualidade de vida e saúde para uma vida plena é preciso cuidar bem dele.


Fonte:
Cecilia Panelli e Ademir de Marco, MÉTODO PILATES DE CONDICIONAMENTO DO CORPO: um programa para toda a vida - 2 edição. Editora Phorte 2009, p. 108, 109. 

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

A historia de Joseph Pilates e a Contrologia

HISTÓRIA
   Joseph Hubertus Pilates nasceu na Alemanha em 8 de dezembro de 1880. Era uma criança doente que sofria de bronquite, asma, raquitismo e febre reumática. Sua determinação de se tornar fisicamente mais forte o levou a estudar várias formas diferentes de movimento durante toda sua vida. Na juventude estudou e praticou boxe, yoga, esqui, mergulho, ginástica, dentre outras atividades. Autodidata aprofundou seus conhecimentos em fisiologia, anatomia e medicina tradicional chinesa. E aos 14 anos estava em tão boa forma que podia posar para mapas de anatomia devido ao grande desenvolvimento muscular que era muito aparente.

   Durante a primeira Guerra Mundial, em 1912, Joseph Pilates ganhava a vida na Inglaterra como lutador de boxe e foi considerado um inimigo estrangeiro sendo preso no campo de concentração onde trabalhava como enfermeiro, estando ali, Pilates começou a experimentar exercícios com as molas fixadas nas camas, como uma tentativa de reabilitar os soldados feridos da guerra mesmo antes de poder se levantar e treinando outros soldados com os exercícios que criou.
   Os pacientes foram capazes de aplicar movimentos de resistência em seus músculos estando em suas próprias camas, assim Pilates criou um sistema de exercícios que acelerava a recuperação dos mesmos. A experiência tornou-se a base do seu método.
   Seu trabalho foi reconhecido quando, em 1918, ocorreu uma epidemia de vírus influenza, dizimando milhares de ingleses, embora nenhum dos seus internos sob seus treinamento tenha sido infectado.
   Em 1926 Pilates aos 46 anos, emigrou para os EUA e fundou um Estúdio na cidade de NY, intitulando o Método de Condicionamento Físico, também conhecido como Arte da Contrologia ou “Contrologia”  atraindo o público da dança.
   Pilates faleceu em 1967, aos 87 anos, em decorrência de um incêndio em seu estúdio. (1)

   Joseph Pilates foi autor de dois livros, “ Sua saúde” e  “O retorno à vida pela contrologia” em 1934 e 1945, respectivamente. Neste livro Joseph descreveu a seguinte frase: “A saúde não é apenas uma condição normal, e é um dever atingi-la e mante-la.” (p.12) (2).

O MÉTODO
   Brooke Siler em seu livro “Desafios do corpo Pilates” traz uma abordagem muito boa da utilização de metáforas para trabalhar a concentração e a conscientização corporal a fim de unir mente e corpo em prol da saúde. (3) 
   
   Comandos verbais como "umbigo nas costas", "umbigo pra dentro", "feche o corpete", são usados nas aulas pelos professores para que o aluno se imagine nessa situação e reúna forças para ativar o Power House,  que é a casa de força que engloba os músculos estabilizadores da coluna vertebral, são eles  o transverso do abdômenoblíquos, multífidos, períneo (musculatura do assoalho pélvico). Mantendo o Power House ativado você ganha uma postura alongada e uma resistência a mais nas atividades do dia a dia, tendo mais consciência corporal, melhorando a sua auto-estima.

   Conforme as próprias palavras de Joseph Pilates: “Os exercícios da Contrologia constroem um corpo forte e uma mente saudável, capazes de realizar as tarefas do dia a dia com facilidade e perfeição. Também garantem grande reserva de energia para esportes, atividades recreativas e situações de emergência.”  
Para realização do método existem alguns princípios, que são eles: (2)

1.       Respiração
2.       Concentração
3.       Estabilização
4.       Controle
5.       Precisão
6.       Fluidez

Os exercícios da Contrologia,ou seja, Pilates, podem ser feitos no solo (MAT), ou nos aparelhos. Devemos procurar profissionais capacitados (educadores físicos, fisioterapeutas ou professores de dança) com um curso de no minimo 360 horas com aprovação da PMA(Method Pilates Alliance) , pois os exercícios requerem uma boa orientação e cuidados específicos, lembrando que cada pessoa tem a sua limitação e estrutura corporal , não podendo se comparar com outras pessoas.

Segue abaixo um vídeo muito legal da historia de Joseph H. Pilates: 


Fontes:

(1) Curso Nanô Pilates.
(2) Obra completa de Joseph pilates, O Retorno à vida pela contrologia, Joseph h. Pilates e Willian John Miller. NY: J.J. Augustin, 1945.p.12 e 14.
 (3) Brooke Siler “Desafios corpo Pilates” 2009.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Exercício é remédio!


Olá pessoal!

Segue abaixo uma matéria da revista Saúde, que vem acrescentar muitas coisas boas e interessantes para o nosso dia-a-dia ficar mais saudável e a vida mais harmônica. Ela refere-se a possibilidade de nós mesmos, com nossas forças naturais e muito humanas de prevenir muitas das doenças ditas “fatais”, basta querer e agir para não deixarmos a onda da preguiça e negligência nos levar. Não posso deixar de ressaltar, logo no primeiro parágrafo da matéria, a falta de comprometimento com a causa dos nossos médicos (tanto os americanos quanto os brasileiros). Isso me lembrou um trecho do livro ANTICÂNCER  escrito por David Servan-Schreiber, um médico que lutou contra a doença e inventou uma nova maneira de viver. Segue abaixo o trecho do livro: 
“É preciso acrescentar que os medicamentos anti-inflamatórios existentes apresentam efeitos secundários demais para se tornarem boas soluções para o problema. Portanto, graças sobretudo aos meios naturais ao alcance de cada um de nós é que poderemos agir para reduzir a inflamação em nosso organismo. Simplesmente, temos que eliminar as toxinas pró-inflamatórias de nosso meio ambiente, adotar uma alimentação voltada para o combate do câncer, cuidar do nosso equilíbrio emocional e satisfazer a necessidade que nosso corpo tem de se mexer e gastar energia. É pouco provável que nossos médicos sugiram essas abordagens. Mudanças no estilo de vida não podem, por definição, ser patenteadas. Portanto, não se tornam medicações e não precisam de receita medica. Isso significa que a maioria dos médicos não as considera de sua alçada, então depende de nos fazer nossas próprias mudanças.”  David Servan-Schreiber


Boa leitura!

Exercício: um remédio para doenças da pesada



"Ficar sem se movimentar é um enorme risco. A cama mata", afirma Rui Curi, diretor do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB), da Universidade de São Paulo. A frase é forte, mas não sem motivo - basta olhar a lista da Organização Mundial da Saúde (OMS) de problemas que mais enumeram vítimas para compreender sua seriedade. Isso porque no top 10 desse ranking encontram-se nada menos do que sete quadros possíveis de serem prevenidos ou ao menos controlados por meio da atividade física (veja abaixo). Mesmo assim, só 30% dos médicos americanos receitam movimentação constante em situações em que ela seria definitivamente benéfica. "O panorama no Brasil é semelhante", lamenta Renato Nachbar, educador físico do ICB.

Até por isso, a revista científica The Journal of Physiology publicou um comentário sobre a hipótese de o sedentarismo ser, por si só, encarado como uma doença. "O bom é que ele tem cura: doses regulares de exercício físico dão conta do recado", comenta Michael Joyner, anestesiologista da Clínica Mayo, nos Estados Unidos, e autor do artigo. "Se recomendarmos mais desse medicamento natural, prescreveremos menos drogas para contornar vários transtornos, além de melhorar a qualidade de vida das pessoas", arremata.

Em 2011, o governo federal criou o Programa Academia da Saúde, que visa construir 4 mil pólos para a prática de exercícios até 2014, além de já ter incorporado centros similares em vários estados. "Doentes crônicos que vão a esses locais podem diminuir a quantidade de medicamentos tomados", ressalta Alexandre Padilha, ministro da Saúde. Nas academias do Rio de Janeiro, 83% dos frequentadores passaram a ingerir menos remédios e 7% nem precisaram mais deles.
Se o exercício é remédio, dosá-lo é primordial. Confira a seguir seus efeitos nas mais temidas doenças do mundo e saiba o que importa, em cada caso, para que ele seja um medicamento, e não um veneno.

 As principais causas de morte


Motivo
Milhões de mortes/ano
1
Infarto *
7,25
2
AVC *
6,15
3
Infecções
pulmonares*
3,46
4
DPOC *
3,28
5
Diarréia
2,46
6
Aids *
1,78
7
Câncer do trato  respiratório*
1,39
8
Tuberculose
1,34
9
Diabete *
1,26
10
Acidentes    de carro* 
1,21

Fazer um esporte ajuda a tratar os problemas marcados com asterisco nesta lista perigosa.

Fatores de risco que mais matam:

1 Alta pressão arterial *
2 Tabagismo *
3 Hiperglicemia *
4 Inatividade física *
5 Sobrepeso e obesidade *
6 Altos índices de colesterol *
7 Sexo inseguro
8 Consumo de álcool *
9 Subnutrição infantil
10 Inalação interna de combustíveis sólidos 

O sedentarismo está em quarto lugar no ranking da OMS. Mas, se pensar bem, ele contra-ataca todos os itens com asterisco.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui Revista Saúde.  

Fontes: 

Servan-schreiber, David. Anticâncer: Prevenir e curar usando nossas defesas naturais. 2ª edição - Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 2011.



quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Treinamento de corrida Intervalado


Intervalado

Pode ser feito de algumas maneiras, como caminhar e correr, trotes alternados com corridas alongando a passada, do tipo fart leck (trote nas curvas e corrida nas retas) em uma pista olímpica, como forma de “tiros” ou piques de 100, 200, 400, 1000, 2000 metros. Exercícios de força, potência e agilidade também podem ser feitos de uma forma intervalada, porem com outro foco. Lembrando sempre da importância na sua recuperação a cada série ou tiro, também podendo ser uma recuperação ativa.

Importante entender também, que cada pessoa tem seu limite e um tempo para recuperação conforme seu debito cardíaco e Vo2 Máx. Seu tempo de atividade principal e de descanso  determina o metabolismo utilizado, ou seja, conforme o estimulo dado na atividade principal, se for de longa ou curta duração, determina se é aeróbico ou anaeróbico, respectivamente. Por isso certifique-se de que está com um profissional qualificado e passe a ele seu objetivo a ser conquistado. Se a sua aptidão física for baixa seu treino deverá ser adaptado da melhor forma para que não ocorram lesões e desmotivação por exaustão.

Todas essas formas, a não ser o fart leck feito na pista olímpica (400 metros, na qual podemos definir o número total de voltas como duração do exercício), são feitos mediantes a um tempo cronometrado de ação e recuperação, também contendo um numero “x” de séries e repetições de cada exercício.
Publico abaixo uma matéria da Revista Saúde mostrando um novo jeito de treinamento intervalado vindo da Dinamarca, boa leitura!


Professor Thiago Pandolfo
CREF: 014094-G/RS
      Contatos: (51) 9681-4914
 personalthiagopandolfo@gmail.com

Os benefícios da corrida intervalada
Vindo da Dinamarca, o novo treino melhora tanto o desempenho nas pistas como a própria saúde por Theo Ruprecht .


O fisiologista Thomas Gunnarsson criou, junto com parceiros da Universidade de Copenhague, o método batizado de 10-20-30, composto de períodos de passadas bem aceleradas intercaladas com trotes leves (entenda exatamente no que ele consiste abaixo). A idéia original era incrementar o resultado em provas - o que, diga-se de passagem, de fato ocorreu. "Mas, além de os voluntários diminuírem em quase um minuto seus tempos em uma corrida de 5 quilômetros, eles apresentaram menores índices de colesterol e pressão sanguínea", destaca Gunnarsson. "Os resultados são surpreendentes em especial porque os participantes já eram treinados. Acreditamos que a variação de intensidade seja a responsável pelos benefícios", conclui. 



Não é para qualquer um: 

Quem pode: Indivíduos com preparo no mínimo moderado e que tenham sido avaliados recentemente por um especialista. 
Quem não pode: Obesos e sedentários. Eles devem consultar um médico do esporte e pegar leve por meses antes de apostar na tática. 


                                                                       Como o 10-20-30 funciona


Um cronômetro é tudo de que você precisa para adotar a prática. Confira abaixo:  

1. O aquecimento Antes de tudo, corra numa boa por 1 quilômetro. Isso deixa os músculos prontos para aguentar o tranco. 

2. O revezamento Após esquentar, trote devagar por 30 segundos, corra em ritmo moderado por 20 e, aí, dê um pique por dez. Repita cinco vezes e, então, descanse por dois minutos. A proposta é fazer tudo isso quatro vezes, o que dá cerca de 28 minutos de malhação.


Fonte: 

domingo, 16 de setembro de 2012

Dislipidemia e Aterosclerose

Seguindo o ritmo da postagem anterior sobre o "Colesterol Equilibrado", venho neste momento apresentar-lhes algumas das complicações causadas pelo desequilíbrio do mesmo, ou seja, colesterol elevado:

Aterosclerose:

Aterosclerose, ou doença aterosclerótica, é uma afecção de artérias de grande e médio calibre, caracterizada por lesões com aspecto de placas. Essas placas são conhecidas como ateromas.
Este processo se inicia desde a infância e as manifestações clínicas ocorrem mais tarde, na vida adulta. A doença aterosclerótica coronariana é o principal vetor de mortalidade. 
aterosclerose é um processo multifatorial e, quanto maior o número de fatores de risco, maior o grau e gravidade da doença. 
Os fatores de risco, que têm sido identificados, são dislipidemiahipertensão arterialdiabetestabagismo sedentarismo. A dislipidemia é alteração nos lípides, ou seja: colesterol total, HDL, LDL e triglicérides.

Dislipidemia:

dislipidemia é caracterizada pela presença de níveis elevados de lipídios (gorduras) no sangue. Colesterol triglicérides estão incluídos nessas gorduras, que são importantes para que o corpo funcione. No entanto, quando em excesso, colocam as pessoas em alto risco de infarto e derrame.


O papel da dislipidemia na deflagração da aterosclerose coronariana está bem estabelecido. Em especial, níveis elevados do colesterol total e LDL, redução nos níveis do colesterol HDL e aumento dos níveis de triglicérides, podem induzir à doença coronariana. O risco de aterosclerose coronariana aumenta, significativa e progressivamente, em indivíduos com níveis de colesterol total e LDL acima dos patamares de normalidade.

Que indivíduos estariam mais sujeitos à doença aterosclerótica coronariana? Os mais susceptíveis aquelas pessoas incluídas nos seguintes grupos:
  1. Idade e sexo: homem com mais de 45 anos / mulher com mais de 55 anos
  2. História familiar precoce de aterosclerose (parentes de primeiro grau com menos de 55 anos para homens e menos de 65 anos para mulheres)
  3. Hipertensão arterial
  4. Tabagismo
  5. Diabetes Mellitus
Como evitar e tratar a aterosclerose?
Uma alimentação adequada, sobretudo com baixo teor de gorduras saturadas, perda de peso para os portadores de sobrepeso ou obesidade, bem com atividade física regular reduzem o risco para aterosclerose e, seguramente, fazem parte do tratamento dos portadores dessa doença. 
Confira, abaixo, as 10 coisas que você precisa saber sobre dislipidemia:
  1. Nos dias atuais – onde predominam o sedentarismo; alimentação rica e abundante em gordura e açúcar livre; a obesidade; o estresse; e o tabagismo – os estudos têm mostrado que as placas de gordura nas artérias (circulação) começam muito cedo. A estimativa é a de que, aos 20 anos, cerca de 20% das pessoas estarão afetadas de alguma forma. Assim, os eventos finais deste processo, infarto e derrame, são as maiores causas de mortalidade.
  2. O risco de aterosclerose coronariana aumenta, significativamente, em pessoas com níveis de colesterol total e LDL acima dos patamares da normalidade. Para colesterol HDL, a relação é inversa: quanto mais elevado seu valor, menor o risco.
  3. Níveis de colesterol HDL maiores do que 60 mg/dL caracterizam um fator protetor. Já os níveis de triglicérides maiores do que 150 mg/dL elevam o risco de doença aterosclerótica coronariana.
  4. Algumas formas de dislipidemia também podem predispor à pancreatite aguda.
  5. Existem as dislipidemias primárias e as secundárias. As primárias são de causa genética.
  6. As secundárias podem ser provenientes de outros quadros patológicos, como o diabetes, por exemplo, e também podem ser originadas por medicamentos – diuréticos, betabloqueadores e corticosteróides – tomados devido a problemas como o hipertiroidismo e a insuficiência renal crônica ou ainda em situações como o alcoolismo e uso de altas doses de anabolizantes.
  7. O diagnóstico da dislipidemia é feito, laboratorialmente, medindo-se os níveis plasmáticos de colesterol total, LDL, HDL e triglicérides.
  8. obesidade tem influência significativa no metabolismo lipídico e deve ser encarada como importante fator na sua interpretação e tratamento.
  9. Pessoas com diabetes tipo 2 têm maior prevalência de alterações do metabolismo dos lipídios. Assim, o tratamento da dislipidemia nesses pacientes pode reduzir a incidência de eventos coronários fatais, entre outras manifetações de morbimortalidadecardiovascular.
  10. Uma dieta hipocalórica, pobre em ácidos graxos saturados e colesterol, é fundamental para o tratamento da dislipidemia. A atividade física moderada, realizada durante 30 minutos, pelo menos quatro vezes por semana, auxilia na perda de peso e na redução dos níveis de colesterol e triglicérides. Mesmo assim, ainda pode ser necessária a administração de medicamentos.



Postagens relacionadas:
Colesterol Equilibrado


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...